quarta-feira, 19 de agosto de 2015

"Enlaçados", de Emma Chase

Ficha técnica de: Enlaçados
Titulo original: Tamed
Autor: Emma Chase
Edição: 05/2015
Editora: Topseller
IBSN: 9789898800640
Páginas:224
PVP (em euros): 15,98
Pagina da autora: aqui


"Ele é sedutor e um apaixonado pela vida.
Ela é sensual e determinada.
Nenhum dos dois quer assumir um compromisso.
Mas estarão os seus destinos enlaçados?

Matthew Fisher é um banqueiro bem-sucedido, posição que lhe permite desfrutar dos prazeres materiais e morar num apartamento com vista para o Central Park. Matt sempre foi um sedutor e um mulherengo incorrigível. Ele admite que, enquanto não encontrar a «mulher certa», se vai divertindo com todas as «mulheres erradas». Apesar disso, ele quer assentar.

Delores Warren é uma mulher diferente. O seu trabalho como engenheira espacial não a impede de ser sensual, extravagante e espontânea. Dee (como é conhecida) é decidida, principalmente no que respeita aos homens. Por ter vivido uma sucessão de relações que correram mal, resolve desistir dos compromissos sérios e aproveitar apenas os encontros casuais pelas noites de Nova Iorque.

Quando se conhecem, Matt acredita que encontrou finalmente a pessoa certa. Conseguirá ele fazê-la mudar de ideias e levá-la a aceitar um relacionamento sério?"


O enredo?  Desta vez, a autora brinda-nos com um novo casal, os melhores amigos de Kate e Drew, isto é, Mathew e Dee apaixonam-se também no decorrer da acção do primeiro livro. A semelhança do primeiro volume, também este é narrado pela personagem masculina, no entanto, este enredo é completamente diferente do anterior. Não só pela dinâmica entre o casal como também pelos dramas pessoais que afetam as suas personagens.  
As personagens? Gostei imenso de Mathew,  é inteligente, sensato e extremamente sedutor. Dee é bastante inteligente, pouco convencional, provocadora, mas também insegura e muito impulsiva.

A escrita?  Simples e cativante proporcionando uma leitura bastante fluida

Conclusão? Foi uma leitura agradável mas contava que seguisse a mesma onda do volume 2 que era repleto de peripécias e bastante humor. Apesar de ter adorado Mathew mais que o Drew até, fiquei com a mesma sensação no final, de que faltou algo mais, é muito básico.




Sem comentários:

Enviar um comentário