terça-feira, 24 de novembro de 2015

"A Hora Solene" de Nuno Nepomuceno

Ficha técnica de: A Hora Solene
Autor: Nuno Nepomuceno
Data da Publicação: 11/2015
Editora: Topbooks
IBSN: 9789897060021
Páginas: 430
PVP (em euros): 16,99
Página do autor: aqui

"A HORA SOLENE
 LUTAI, VÓS, HOMENS DE VALOR

 Londres, Reino Unido.

Numa fria noite de tempestade, um homem é esfaqueado e abandonado na rua. A poucos quilómetros de distância, um terrorista pertencente a uma organização criminosa auto-intitulada O Gótico entrega-se aos serviços secretos. Ao mesmo tempo, um avião sofre um violento atentado ao sobrevoar a Irlanda e um vídeo é enviado à redação de uma famosa cadeia televisiva.
 A intriga acentua-se quando um milionário começa a ser alvo de extorsão. No centro destes acontecimentos, encontra-se André Marques-Smith. Alto funcionário do Ministério dos Negócios Estrangeiros, o espião português é obrigado a protegê-lo. Mas não está sozinho. Foragidos, dois colegas dissidentes regressam e revelam ao mundo a verdadeira génese de um antigo projeto de manipulação genética. E há ainda uma mulher. Em parte incerta, esta enigmática espia de feições orientais poderá ser a chave de todo o mistério. Mas que explicação haverá para o seu desaparecimento? Conseguirão os dois agentes ultrapassar o fosso criado entre eles?

 Através de uma viagem frenética por entre os deslumbrantes cenários reais de Moscovo, Londres, Hong Kong, Macau, Praga, o Grande Buraco Azul e Lisboa, os perigos multiplicam-se e André dá por si a lutar pela sobrevivência. Questões sobre ética, moral, religião, família e o valor da vida humana são levantadas. E uma teia de falsas verdades, ilusões e complexas relações interpessoais é desvendada no derradeiro capítulo de uma série policial que já marcou a ficção portuguesa.

Inspirado num discurso de guerra de Winston Churchill, depois de ver o talento confirmado com A Espia do Oriente, revelado ao público através da vitória no Prémio Literário Note! 2012 com O Espião Português, Nuno Nepomuceno apresenta A Hora Solene, a terceira e última parte da trilogia Freelancer. Um romance de espionagem imprevisível, no já característico estilo sofisticado e intimista do autor, onde os valores tradicionais da cultura nacional se fundem com uma abordagem inovadora e única que o irá surpreender."




Dos livros que li este ano, este era sem duvida um dos que mais desejava ler! Desde a leitura do volume anterior que me encontrava de num limbo de ansiedade intenso pela continuação desta fantástica trilogia.

Imaginem a minha felicidade quando fui contactada pela administração do Segredos dos Livros com a possibilidade do autor me oferecer o livro autografado (uuuhhhaaaauuuu!!!), é claro que delirei completamente com a oportunidade de ser uma das primeiras a disfrutar desta leitura. O meu muito obrigado ao Nuno por reconhecer os seus fãs e por esta deliciosa oferta. Não posso deixar de agradecer também ao Sebastião (Segredo dos Livros) por me ter emprestado os anteriores volumes.

O enredo? A sinopse simplesmente diz tudo, esperem um enredo totalmente alucinante! O ritmo frenético em que decorre a ação é impressionante,  as surpresas continuam a arrebatar-nos, novas informações são nos fornecidas gradualmente de forma a aguçarmos o apetite constante que não nos permiti largar a leitura . Um dos pormenores que mais gosto nesta trilogia e que se verifica em todos os volumes, é a diversidade de locais onde a acção decorre, num momento estamos em Lisboa, no outro em Londres mas entretanto já passamos por Hong Kong, Macau ou Praga.

As personagens? O André conquista-me sempre mais um pouco, a cada livro que passa, ganhou mais carisma e um charme subtil que encantará qualquer leitor. Anna, que no volume anterior deixou cair sua mascara de agente dupla, mostrando-nos assim a sua vertente humana, neste consolida definitivamente a sua característica mais importante, o altruísmo.

A escrita? Somos mais uma vez presenteados com uma escrita que nos incentiva a leitura, simples mas ao mesmo tempo bastante rica em termos, vocabulários e maneirismos literários.

Conclusão? Se o volume anterior consolidou a posição do autor como sendo um dos meus preferidos, este livro veio vincar esse estatuto, é mesmo um dos meus autores preferidos! Apesar de todos os desenvolvimentos e reviravoltas que ocorreram durante a trilogia, este é decididamente o final aguardado por todos!


Balanço da trilogia? Esta trilogia decididamente cativará qualquer leitor independentemente das suas preferências literárias. Recomendo-a vivamente e se decidirem embarcar nesta viagem, garanto-vos que não vão ficar arrependidos. Uma vez “tirado o bilhete” não há volta a dar… só irão descansar quando terminarem este ultimo volume. Boas Leituras! 


Sem comentários:

Enviar um comentário